sábado, outubro 04, 2008

Combater a Brigada do Reumático




Com esta brigada do Reumático a liderar o executivo municipal cada Seixalense ficou lesado nesta candidatura ao QREN em cerca de 23,30€, este montante já dava para um bilhete e meio para o Seixal Jazz,juntando a isto os custos da moção que só a CDU aprovou em Assembleia Municipal e que foi publicada em todos os jornais locais, é mesmo uma grande vergonha e um grande custo.

4 comentários:

Mauro Santos disse...

23,30€ dá para:

- comprar metade de um pneu, que ficam bem estragados quando passo pela alternativa à N10.

- comprar amortecedores para o carro quando passo nos buracos..ah peço desculpa lombas, em Fernão Ferro.

- comprar um relógio para não me atrasar 2 minutos.

- meter gasolina que gasto no pára-arranca de manhã para sair de Santa Marta.

- ajudar a comprar um contador de água, caso eu more na Quinta da Trindade e me retirem o meu sem pré-aviso.

- comprar umas protecções extra para quando ando de bicicleta, devido à inexistência de ciclo-vias.

- comprar uma arma de auto-defesa devido ao clima de insegurança, visto que há quem reprove propostas de criação de uma polícia municipal.

23,30€ não dá para:

- Pagar o custo do boletim municipal.

- Pagar a publicidade enganosa em jornais pela CMS.

- Salvar o ecossistema do Sapal de Corroios.

- Reparar os outdoors vandalizados.

- Pagar o aluguer das instalações camarárias.

Podia continuar mas fico-me por aqui.

Cumprimentos

Davide Ferreira disse...

Brigada do Reumático, hehe... :)

Anónimo disse...

Esta da "brigada do reumático" é uma ajudinha ao Engº Joaquim Santos . Ele agradece .


Cuidado com a contra informaçao.


(pior que um adversario forte é ter um parceiro trapalhão)

Daniel Geraldes disse...

Caro Anonimo,

se calhar não me fiz entender, esta geração da JSD Seixal existe para ficar, e por muito que os comunistas não queiram, esta geração não vai descansar enquanto não conseguir ganhar a CM Seixal, e o meu primeiro objectivo passa por lhes tirar a maioria absoluta nestas eleições autarquicas, depois o regime caira de maduro.
Cumprimentos,