terça-feira, março 31, 2009

Escolas

O concelho do Seixal tem, infelizmente, escolas em péssimas condições: reduzido número de sanitas para o número de alunos, salas com 50m2 para a prática de exercicio fisico, salas frias, salas onde chove, entre outros problemas que têm de ser resolvidos com URGÊNCIA. Uma das soluções podia passar por aproveitar o "subsidio" que o Estado vai dar para melhorar as condições nas escolas. No Seixal optou-se por construir uma escola nova em Santa Marta do Pinhal (leia-se que esta escola já estava prevista no projecto da urbanização, ou seja prometida, há mais de 10 anos!!!). Podemos concluir que se não houvesse esta "ajuda", escola em Santa Marta jamais!

domingo, março 29, 2009

Hora do Planeta

O Seixal não aderiu à iniciativa "Hora do Planeta".

PORQUÊ?!

O Passado e o Futuro

Este anúncio de uma corretora de bolsa, ilustra bem aquilo que eu penso da CDU. E tendo em conta que a CDU apresentou ontem os seus candidatos as Juntas de Freguesia e os rostos são precisamente os mesmo de sempre. Isto só demonstra que a CDU esta parada no tempo e não evoluiu,que não tem novos projectos para o Seixal, que não tem novos objectivos para o Seixal, que nem sequer tem novas pessoas para o Seixal. Cada vez mais acredito que o Seixal para a CDU é tão só e somente uma grande festa.

A CDU no Seixal já é o passado e nós temos de evoluir para o futuro.

sábado, março 28, 2009

Parabéns

Queria felicitar o meu companheiro, e Presidente da JSD Seixal, Nuno Gonçalo Poças , por ter sido eleito Presidente de Mesa da Associação de Estudantes da Faculdade Direito de Lisboa.
Esta eleição é o reconhecimento entre os seus pares académicos da sua enorme capacidade estudantil e também do seu empenho em movimentos associativos, políticos e desportivos. Nuno um excelente mandato para ti e para a tua equipa.

sexta-feira, março 27, 2009

Mais 40 000 estágios!!!

Surrealismo

Esta semana, o Sr. Vereador Samuel Cruz e também candidato à CM Seixal pelo PS local, revelou algo verdadeiramente surreal, que as oficinas da CM Seixal não tem óleo para "alimentar" os carros que são utilizados para a manutenção dos problemas do dia a dia do concelho.

Isto é algo, verdadeiramente surreal, de tão estúpido e absurdo que é, que só conseguimos ver um quadro destes pintado em algum pintor amador e que perceba tanto de aguarelas como eu de serralharia mecânica,de urbanismo, de QREN´s ou até de ambiente. Isto que acontece numa autarquia governada pela imbecilidade, pelo marasmo e sobranceria de quem acha que apenas e só Abril serve para resolver os problemas do cidadão comum, ou seja, os meus problemas e os seus problemas. Mas não chega.

O que mais me tira do sério, é que ainda a semana passada tínhamos a comunicação social local a dar contas da recandidatura do Professor Alfredo Monteiro, à CM Seixal. Se é para continuar a fazer um trabalho destes, mais vale não se recandidatar, e se é para sair a meio do mandato e dar lugar a outro vereador, já estamos a ver o que é que vai acontecer ao Seixal. Estes erros de pura negligência camarária tem de ser pagos caros. E no Seixal, temos de punir a CDU com o voto.

quinta-feira, março 26, 2009

Pino(Alfredo)crates

Em 15-11-2006 o nosso Presidente de CM Seixal, dava esta entrevista para o Jornal Online Setúbal na Rede no Salão Imobiliario de Lisboa, aonde mais uma vez o Seixal era só projectos, de uma ponta à outra do Concelho, transversais a todas as áreas, e para todos os gostos. Alias com tanta promessa presumo mesmo que com tantos ideias o nosso Presidente de CM Seixal deve ter visto na altura algum documentário sobre o Dubai e achou que também tinha petróleo e que por isso iria fazer o mesmo no Seixal. Senão vejamos as promessas não concretizadas, ou seja, as mentiras ditas:

"O parque ribeirinho da Amora ocupa uma área de cerca de 1,5 hectares, prevendo o projecto uma área útil de implantação de 497,50 metros quadrados. Trata-se de um equipamento de dois pisos destinado ao lazer e turismo, com grandes áreas envidraçadas e situando-se parcialmente sobre a água."

Também o antigo espaço do estaleiro naval da Quinta da Fidalga será transformado numa área de lazer e turística, com vertentes de restauração, saúde ou bem estar, em dois edifícios, um com uma área de implantação de 490 metros quadrados e o outro com 82 metros quadrados.

O Moinho Novo dos Paulistas, um dos 12 moinhos de maré instalados no concelho e a poucos metros do Centro de Estágios do Benfica, será recuperado e valorizado nas vertentes do Lazer e do Turismo. Numa área de implantação de 299 metros quadrados deverá nascer um projecto na área da restauração tradicional ou inovadora, ao mesmo tempo que se garante a preservação integral da área da caldeira (37,14 metros quadrados).

Mas para o Presidente da autarquia, e considerando os 500 hectares que a Baía do Seixal possui, a grande área de oportunidade reside na náutica de recreio. Alfredo Monteiro revela que em 2007 “já haverá definição do plano de investimentos para este sector”, salientando que os modelos dos portos de recreio “estão a ser discutidos no âmbito do próximo quadro comunitário” e que o Seixal “vai estar na linha da frente deste projecto”.

Como as promessas (mentiras) são tantas, eu escolhi a minha preferida, que é a do Antigo Estaleiro da Arrentela. Infelizmente para mim a minha mentira preferida já não existe, porque o nosso património foi demolido o ano passado por meados de Fevereiro. Mas em 2004 o Edital Nº 191/2004 da Câmara Municipal do Seixal já informa que, em reunião de Câmara, a mesma decidiu em 3 de Novembro de 2004 que o estaleiro iria ter como destino aquilo que o Sr. Presidente de CM tinha dito muito pomposamente ao Jornal Online.

Que grande Concelho de Abril, este, um verdadeiro exemplo na preservação das memórias.

Eu cada vez mais sei que a CDU no Seixal é uma fraude.

quarta-feira, março 25, 2009

Conto Contigo

Caro(a) Companheiro(a) e Amigo(a),

O PSD lançou uma iniciativa nacional denominada “Fórum Portugal de Verdade”, onde são abordados de forma transversal os verdadeiros problemas que preocupam os portugueses.

A próxima sessão deste fórum denominada “Segurança: Direito das pessoas, dever do Estado”, realizar-se-á no próximo dia 26 de Março de 2009 (Quinta-feira), pelas 21h00, na Estalagem do Sado, em Setúbal, e contará com a presença da Presidente da CPN do PSD, Dra. Manuela Ferreira Leite.

As intervenções ficarão a cargo de José Santos Cabral (Juiz Conselheiro), José Pacheco Pereira (Historiador) e José António Barreiros (Presidente do Conselho Superior da Ordem dos Advogados), José Pedro Aguiar Branco será o moderador da sessão.

Na certeza de poder contar com a sua presença, participação activa e divulgação desta importante iniciativa do PSD, subscrevo-me, com saudações social democratas,

segunda-feira, março 23, 2009

Visão exige-se....

"Segundo admitiu, o Arco Ribeirinho Sul é uma espécie de dois em um. Ao mesmo tempo que permite ir buscar verbas comunitárias para descontaminar os solos das antigas zonas industriais e requalificar uma área de cerca de mil hectares, visa também evitar o abate de mais sobreiros na zona do aeroporto."

Estas palavras foram proferidas pelo Ministro do Ambiente, Pedro Nunes Correia, e dizem respeito ao Arco Ribeirinho do Sul que deverá ter a sua aprovação em Abril deste ano e que prevê a requalificação urbanísticas das antigas zonas industriais dos concelhos do Barreiro (Quimiparque), Seixal (Siderurgia Nacional) e Almada (Lisnave).

Se neste momento se encontra ser estudado o Plano Pormenor da Torre da Marinha, matéria que a JSD Seixal não irá descurar de forma alguma devido ao seu interesse estratégico para o Concelho e para a qualidade de vida de todos os munícipes. Verdade é, que esta requalificação das antigas zonas industriais, e no caso do Seixal, os terrenos da Siderurgia Nacional, é vista pela JSD Seixal vê como uma grande oportunidade de construção de um Seixal Park, que é uma forma de potenciar o nosso concelho com verdadeiros medidas do séc. XXI, tanto a nivel social, ecónomico e ambiental, que não pode ser transformada em mais uma oportunidade desperdiçada.

Destaque-se que o processo de descontaminação dos solos já começou, através de candidaturas do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN). Além disso, Nunes Correia adiantou que o Arco Ribeirinho Sul está a ser ultimado e deverá ser aprovado em Abril.

sexta-feira, março 20, 2009

Mui agradecido!


Obrigado pelas 500 edições a felicitar mau trabalho.

Obrigado pelos 34 anos de propaganda política do PCP/CDU feita com o dinheiro de todos os munícipes.

Serviço Público


O nosso Presidente de CM, resolveu dar a conhecer publicamente os seus rendimentos referentes ao ano de 2004, eu simpaticamente resolvo partilhá-los.

quinta-feira, março 19, 2009

Aterros...


Unidade na Amora produzirá energia eléctrica e fertilizantes no processo
Lixo de Seixal e Almada será tratado por Central de Valorização Orgânica


Penso que seja uma questão pertinente a razão pela qual o Seixal tem que receber os Lixos de Almada, Sesimbra e algumas vezes de Lisboa.

É óbvio que os aterros são unidades importantes para a reciclagem, (não é isso que está em causa neste post) mas na minha optica estes espaços deveriam passar por todos os concelhos. Não tem sentido o Seixal receber até sempre os lixos de do nosso distrito.

Ao contrario de se pensar em passar o aterro para outro concelho do distrito a médio prazo, o que se tem feito é investir e aumentar a sua capacidade


Em Leiria, o aterro foi deslocalizado por acção da Câmara Municipal Local. Aqui o que é a Câmara faz por nós para além de brindar os residentes da Amora e Corroios com os cheiros do aterro?...


quarta-feira, março 18, 2009

Circo em Parque de Estacionamento

“ Royal Circus ” e “ Fertagus “ – Seixal
Projecto “ O Seu Circo de Natal na Margem Sul”

Projecto “ O Seu Circo de Natal na Margem Sul”

A direcção do “ Royal Circus ” e a Administração da “ Fertagus “vão assinar um protocolo tendo por objectivo autorizar a instalação do “ INTERNATIONAL ROYAL CIRCUS”, no Parque C5, junto à Piscina Municipal de Corroios.

Este protocolo vai permitir dar continuidade ao projecto “ O Seu Circo de Natal na Margem Sul”.

“Fazer do “ Longe, Perto “ é nosso desejo tentar trazer ao circo escolas e não só dos distritos de Aveiro, Coimbra, Leiria, Santarém, Portalegre, Setúbal, Évora, Beja e algumas escolas da área metropolitana de Lisboa, a preços aceitáveis.” – sublinha ao Rostos a Direcção do Royal Circus.
“Este é um projecto arrojado no qual iremos empregar todas as nossas forças.” – acrescentam.

A assinatura do protocolo, realiza-se na próxima 5ª feira, dia 19 de Março,pelas 14,30 horas, na Fertagus, na estação do Pragal.

in ROSTOS


Gostava de saber se quando a Câmara Municipal do Seixal doou os terrenos para fazer parques de estacionamento junto às estações de comboios se estes espaços eram para ser utilizados para a FERTAGUS colocar lá circos e com isso realizar mais lucro numa zona onde o estacionamento para além de caro (o existente) é difícil.

Como dizia um conhecido político da nossa praça:

"É a vida..." (diz o executivo da CMSeixal)

terça-feira, março 17, 2009

Alunos com mais recursos são maioria nos cursos com médias mais altas

Os cursos com médias mais altas, como Medicina, são tendencialmente preenchidos por alunos de famílias com mais recursos, revela um estudo na Universidade de Lisboa, que conclui que o acesso ao ensino superior não é «apenas uma questão de mérito». O estudo «À entrada: os estudantes da Universidade de Lisboa, 2003-2008. Números e Figuras» foi dirigido pela socióloga Ana Nunes de Almeida, coordenadora do Observatório dos Percursos dos Estudantes da Universidade de Lisboa (UL), a partir de dados recolhidos junto de alunos que se matricularam pela primeira vez na UL entre 2003 e 2008.

Num documento com as principais conclusões do estudo, os autores destacam que a actual população universitária se tem vindo a diversificar desde os anos 80 do século passado, «do ponto de vista das suas origens sociais, dos seus percursos ou expectativas individuais», trazendo para as universidades uma «geração numerosa de jovens provenientes de grupos com menores capitais culturais e económicos».

No entanto, segundo a análise dos dados recolhidos pelo Observatório entre 2003 e 2008, as vagas dos cursos que requerem notas mais elevadas, como Medicina, Belas Artes e Farmácia, são preenchidas principalmente por alunos com origem em famílias mais favorecidas, cujos pais são «quadros dirigentes e superiores das empresas ou da administração pública, especialistas das profissões científicas e intelectuais, técnicos e profissionais de nível intermédio».

Por outro lado, «as faculdades com notas de acesso mais baixas (Letras, Psicologia e Ciências da Educação) recrutam sobretudo alunos provenientes de famílias mais desfavorecidas, as filhas e os filhos de empregados administrativos, pessoal dos serviços e vendedores, operários e artífices», salienta o estudo.

Os autores destacam ainda que quase 60 por cento dos caloiros da Universidade de Lisboa (UL) têm origem em famílias mais favorecidas.

«As modalidades de acesso não são portanto apenas uma questão de mérito individual, mas um assunto de família num cenário de selecção social», concluem.

Segundo o mesmo estudo, os estudantes da UL continuam a ter maioritariamente origem geográfica na área metropolitana de Lisboa e Setúbal, pelo que «o raio de recrutamento mantém-se, assim, relativamente curto a nível nacional e é muitíssimo reduzido no âmbito internacional».

Os caloiros mantêm «escassa autonomia relativamente às famílias de origem», já que residem quase sempre com os pais, são jovens e estudantes a tempo inteiro.

Apenas um terço dos inquiridos refere estar deslocado e 20 por cento diz manter uma actividade profissional, com maior incidência em alunos dos cursos de Letras, Direito, Psicologia e Ciências da Educação.

O estudo conclui ainda que o 'numerus clausus' afasta muitos dos candidatos do curso ou da instituição da sua primeira escolha, o que poderá explicar as taxas de «insucesso» em certos cursos, preenchidos por segundas ou terceiras escolhas.

«Este desacerto, não raro vivido por estudantes com excelentes percursos escolares, deixa as suas marcas (de mobilidade, insucesso ou abandono) em toda a universidade portuguesa e, em particular, na Universidade de Lisboa», realça a nota.

O Observatório refere ainda o predomínio das raparigas, que constituem a maioria dos caloiros no global, com excepção para a Faculdade de Ciências em 2006/7 e 2008/9 e que marcam presença sobretudo «em cursos tradicionalmente vocacionados para a relação com os outros, para o ensino».


Diário Digital / Lusa | 01-03-09

segunda-feira, março 16, 2009

"ao contrário de José Sócrates, a JSD e o PSD só querem pôr Portugal a correr para a frente"
Pedro Rodrigues


A iniciativa da JSD juntou centena e meia de jovens em frente à sede do Partido Socialista para salientar os 4 anos em que o Governo de Sócrates fez Portugal andar para trás.

Ao fim da manhã de hoje, 150 jovens da JSD, em quatro grupos fizeram uma "corrida para trás" empunhando cartazes que assinalavam as áreas em que Portugal "andou para trás" nos últimos 4 anos, destacando os temas do desemprego, a habitação jovem, endividamento das famílias e agravamento do esforço fiscal.

«Por cada avenida do mundo em que vimos José Sócrates fazer jogging, como ainda ontem vimos em Cabo Verde, Portugal e os jovens portugueses iam perdendo oportunidades e emprego», afirmou Pedro Rodrigues.

Para Pedro Rodrigues o "país continua a andar para trás, sem esperança, vive numa ilusão criada pelo Partido Socialista e por este Governo" e "ao contrário de José Sócrates, a JSD e o PSD só querem pôr Portugal a correr para a frente".

Esta iniciativa teve lugar em Lisboa e a corrida teve início no Jardim da Estrela e terminou no Largo do Rato em frente à sede do Partido Socialista.

Retirado do Blog da JSD Distrital de Setúbal em www.jsdsetubal.com

sábado, março 14, 2009

Portugal, eu quero-te!!!

País multicultural, Portugal encontra as suas raízes e tradições em espaços geográficos distintos, constituindo-se fruto de uma amálgama de gentes dispersas pelos quatro continentes.

Cedo encontramos no exterior o refúgio das nossas ambições: ora por extravasarem o nosso pequenino território, ora por aqui não encontrarmos os meios necessários para lhes dar forma concreta “made in Portugal”.

A nossa História foi constantemente carimbada pelo desejo tremendo de contactar com estrangeiro. Um desejo tão profundo e desesperado que transformou esta pacata gente pescadora e guardadora de rebanhos, em meninos guerreiros e marinheiros.

Por outro lado, passámos a ver nos outros países a nossa própria salvação e acomodámo-nos à ideia da chegada futura de uma ajuda externa que nos resolverá todos os problemas existências. Confiámos e confiamos o nosso futuro em “gente de confiança”, que consideramos mais capaz de dar a volta ao país do que nós próprios, portugueses de gema.

Os Descobrimentos foi um projecto de conquistas de terra alheia para satisfazer uma sociedade sedenta de aventura, dinheiro e fé. Partimos pelo Grande Azul, em direcção a lugar nenhum, confiando a nossa sorte aos astros e marés porque acreditávamos que a Solução estava do outro lado do Mundo.

Seguiram-se muitos outros projectos transfronteiriços, esperando sempre que os Outros (os loiros e altos) viessem cá dar uma mãozinha às lusas almas que, desgraçadas e isoladas na fase atlântica da Europa, embrulhadas em tão negro fado, nunca conseguiram dar a volta ao barco sozinhas.

CEE, UE, Euro, Expo 98, Volkswagen, Euro 2004, Formula 1, Rali Lisboa-Dakar, turismo no Algarve, Deco, Luís Filipe Scolari, Joe Berardo, Bill Gates…

Estamos a fazer ciência em português, mas como ninguém perceber ou quer saber, estamos é a inventar americanices e tudo parece chinês. A pontualidade raramente é suíça, o trabalho é para inglês ver e depois vemo-nos gregos no final. Bebemos italianas, ninguém vive à grande e à francesa, já não guardamos dinheiro como um judeu, regateamos todos os dias os preços como um cigano e trabalhamos que nem mouros. Apesar de toda esta internacionalização dos dizeres populares, quando as coisas correm mal, é feito à portuguesa.

Fazendo parte da nova geração de alma lusitana, questiono-me onde para o orgulho e o brio que tivemos em tempos longínquos, quando plantamos a primeira bandeira portuguesa lá por terras do Mondego. Como foi possível termos tido tanto trabalho em procurar pelo Mundo fora melhores oportunidades, se não nos demos primeiro ao trabalho de criar-las em Portugal. Como é que fomos capaz de confiar em nós mesmos, construir uma caravela e partir, mas não tivemos coragem de ficar.

A Solução para os males da sociedade portuguesa está em nós mesmos. Necessitamos voltar a confiar em nós e nesta juventude da qual me orgulho de fazer parte. Quando quisemos estudar, fomos trabalhar para isso. Quando quisemos ser independentes, batemos o pé e dissemos chega. Queríamos trabalho numa empresa, criamos a nossa própria empresa.

Agora, queremos um futuro melhor e chegou a altura dos jovens portugueses reclamarem para si os louros da sustentação de um país incrédulo, desanimado e apático. Eu lutei para estar aqui e não aceito serem os outros a faze-los porque eu também consigo fazer um Portugal melhor e maior!

"A juventude é inconformada, irreverente e até incómoda. Mas é precisamente isso que se espera dela." Francisco Sá Carneiro

*tenho simpaticamente "roubado" a Beatriz Ferreira!!! Obrigado Beatriz :)

sexta-feira, março 13, 2009

Sr. Vereador sabe jogar à bola?

Então faça rapidamente a sua desmarcação do Seixal

Na entrevista que o Sr. Vereador Joaquim Santos dá ao Jornal de Notícias do Seixal, sabemos que a aposta a nivel desportiva da CM Seixal são os relvados sintéticos de Futebol, num Concelho com uma baía e potencial de utilização da mesma fantastico, a prioridade da CM Seixal é o futebol. Num país aonde temos estádios de futebol vazios que custaram milhares de euros, num Concelho aonde temos o Centro de Estagios do Benfica que podia ser utilizado pela população a CM Seixal vai investir em 346 800€ no sintético do Paio Pires e 350 000€ no sintético do campo da Arrentela e diz que no futuro irá contribuir c0m 100 mil euros para o futuro estádio do Amora, o Medideira XXI.

Ou seja, só nestas contas a CM Seixal só em futebol vai investir cerca de 800 mil euros, e eu pergunto:

Se a CM Seixal investisse este dinheiro na Baía do Seixal e em projectos que a dinamizassem, qual dos 2 investimentos teria retornos maior?

Eu sei que as opções de investimento são claramente políticas, mas tenho a certeza que o PSD investiria na esquecida e abandonada Baía do Seixal!!!

quinta-feira, março 12, 2009

Março Jovem


Hoje a Comissão Especifica da Juventude da Assembleia Municipal do Seixal vai fazer uma visita a uma das iniciativas do Março Jovem 2009 na Mundet por volta das 22:00.

O dia de hoje será marcado por uma iniciativa da já nossa conhecida associação RATO.

Apareçam

quarta-feira, março 11, 2009

Alteração dos horários e percursos nos TST

O serviço prestado pela empresa Transportes Sul do Tejo é um dos serviços, no sector dos transportes, que mais influencia a vida dos cidadãos que residem no Distrito de Setúbal. Será então compreensível que, qualquer alteração nestes irá afectar, positivamente ou negativamente a vida de milhares de cidadãos.
Recentemente, a Empresa Transportes Sul do Tejo decidiu alterar os horários e os trajectos nos quais prestava serviço, adaptando a sua oferta a uma nova realidade, marcada pela entrada em serviço do Metro Sul do Tejo.
No entanto, tal alteração não surtiu os efeitos pretendidos, prejudicando, assim, os interesses de grande parte da população do Concelho do Seixal, que recorre aos seus serviços. Assim, toda a circulação efectuada pela mesma empresa passa a ter como local central a zona da Estação dos foros da Amora. Como exemplo, todos os utentes que tenham necessidade de se deslocar desde o Seixal até Corroios vêem-se, agora, na obrigação de mudar de autocarro na zona referida, o que implica uma grande perda de tempo e, se não possuir passe, dinheiro.
Acreditamos que, a curto prazo, a mesma situação será resolvida, para bem do interesse de ambas as partes, Empresa e Cidadãos.

domingo, março 08, 2009

JSD Seixal em Formação- Última parte

Hoje de manhã logo a seguir ao pequeno almoço, e a uma longa noite de tertúlia politica, teve inicio a sessão "Falar Claro", administrada por o Eurodeputado Carlos Coelho. Esta sessão tinha como vectores a forma como devemos aplicar a nossa mensagem ao nosso potencial eleitorado, e a forma como devemos articular o nosso discurso e procurar a nossa zona de conforto sempre que falemos em público. Não fosse a grande a enorme experiência do "professor" e este não seria concerteza um modulo de fácil aplicação e compreensão. Este é um concerteza, um módulo que muito irá ajudar a penetrarmos melhor a nossa mensagem junto dos munícipes do Seixal.

Depois desta conferência, tivemos a presença da Dra. Manuela Ferreira Leite, que incentivou os jovens da JSD a continuarem a ser irreverentes, como somos, e não adoptarmos uma posição de reverência como faz a JS. Falou dos desafios do país atravessa, das soluções para os mesmos, das PME´s , das grandes obras públicas que em nada beneficiam as pessoas, falou do endividamento externo do país e dos perigos que isto acarreta para a minha geração e falou das promessas não cumpridas deste governo, tal como os 15o mil empregos prometidos.
A seguir a isto deu-se por terminada esta formação de formadores da JSD.

Devo confessar, que são estas as reais razões que me fazem andar na política. A oportunidade que temos de aprender a maneira mais fácil de servir o próximo, de uma maneira séria, desprendida e com muito sentido de estado e cívico. Espero que mais iniciativas como estas se venham a concretizar, porque todos temos a ganhar com a formação política e cívica dos jovens de hoje, mas concerteza, os homens de amanhã.

JSD Seixal em Formação II

Caros leitores, o dia de hoje foi bastante longo em termos de jornadas de discussão politica. O dia de 6º feira como é normal nestes tipos de formações acabou bastante tarde, por volta das 4h da manhã, com os militantes da JSD de todo o país, a ficarem acordados até altas horas numa discussão acesa e acutilante sobre o estado do País, numa espécie de távola redonda daquelas que não conseguimos abandonar a mesa, porque as experiências e opiniões são tantas que não conseguimos abandonar a discussão.

Mas mesmo assim, como juventude responsável que somos e com a irreverência que nos caracteriza, hoje de manhã por voltas das 10 horas já estavam todos os participantes reunidos na sala, para dar inicio à abertura dos trabalhos.
Por isso, a abrir a sessão pela manhã tivemos o prazer ( e confesso que fiquei muito bem impressionado) de ouvir o Dr. Castro Almeida, Presidente da CM São João da Madeira, em que este nos transmitiu a sua forma de estar na politica, e nos referiu os planos que implantou na sua autarquia para combater o desemprego e transformar um Concelho onde imperava a mão de obra intensiva para um Concelho de mão de obra qualificada. Para termos uma ideia, a MCClaren neste momento apostou neste Concelho para produzir calçado. E a MCClaren é claramente uma marca de relevo internacional que tem implantação global e que poderia ter escolhido qualquer parte do mundo para este novo segmento de negócio. Também adoptou para o Concelho, 2 planos estratégicos de dimensões visionarias e que visavam melhorar substancialmente a qualidade do Concelho. O primeiro foi um plano centrado exclusivamente na melhoria da inovação e competitividade e o segundo foi um plano que faz muita falta no Seixal que foi um plano de desenvolvimento urbanístico.

A segunda conferência, foi um almoço conferência, com o Dr. Manuel Frexes, Presidente da CM Fundão, que nos falou sobre o plano turístico do Fundão aonde o plano basilar assentar sobre as características das Aldeias Locais, e sobre o metódo como eram construídas, em suma falou-nos de turismo rural como forma de potenciar uma região que sem nenhum plano seria mais uma zona economicamente deprimida. Como se pode ver, no Seixal, também não existe nenhum plano de turismo local.

Depois destas duas intervenções, posso garantir-vos que o PSD, é a melhor opção para a gestão autarquica porque sabe claramente adpatar-se as necessidades reais da população, e não assenta a sua gestão autarquica em propaganda mas em obras concretas. Uma maneira de estar muito diferente da gestão autarquica da CDU no Seixal.

Da parte da tarde tivemos o Presidente da JSD, o meu companheiro Pedro Rodrigues, numa conferência subordinada ao tema: " O que é ser da JSD??? Causas de uma geração" , em que o Presidente da maior Juventude Partidária do País nos falou da irreverência que nos caracteriza e da nossa forma inconformada de estar na política, para melhor servir os nossos cidadãos, os nossos concelhos e o nosso País.

Por volta das 18h00, tivemos uma acção bastante interessante, e que muito serve os interesses da JSD Seixal, com o Deputado Agostinho Branquinho, subordinada ao tema de como preparar uma campanha eleitoral, devo dizer-vos que esta foi uma das conferências em que mais perguntas houve, também devido ao facto de estarem aqui presentes militantes da JSD de todo o país, inclusive dos Açores.

Por fim, no jantar conferência com o Eurodeputado do PSD, o Dr. Silva Peneda, a conferência que a mim pessoalmente me fascinou porque a discussão foi sobre a Europa. Uma discussão sempre baseada muito na subjectividade e com exercícios intelectuais bastante estimulantes sobre a união em que nos encontramos inseridos, que também durou, como seria de esperar até tarde.
Depois desta conferência como seria de esperar, mais discussão sobre tudo o que hoje absorvemos, e que nos irá ser muito útil neste ano com 3 eleições.

Ou seja, garanto-vos que o que a militância tem de melhor são estas conferências em que contactamos com pessoas de todo o país, com as mais variadas sensibilidades, e com opiniões bastantes próprias de ver o meio aonde estão inseridos politicamente.

Assim são 3h57 da manhã e o meu dia depois de publicar este post, vai acabar. Amanhã terei mais uma conferência logo de manhã com o Eurodeputado Carlos Coelho, e as 13h da tarde a sessão de encerramento que conta com a Dra. Manuela Ferreira Leite. Peço-vos desculpa, por não ter actualizado logo o blog como tinha prometido, mas como não tenho o meu portátil, tive de contar com a boa vontade de alguém que me deixasse utilizar o seu computador para publicar o post.

De realçar que todas as conferências no final tinham direito a perguntas aos oradores, e que não as reproduzi aqui, porque as questões foram mais que muitas. Como já estamos no Dia Internacional da Mulher, a todas as mulheres um excelente dia.

Amanhã tambem reproduzirei o último dia. A todos um excelente Domingo.

sábado, março 07, 2009

JSD Seixal em formação

Tenho a oportunidade de neste fim de semana estar a representar na Maia, conjuntamente com o meu companheiro, Tiago Alves da JSD Barreiro, os militantes do Distrito de Setúbal, e os militantes do Seixal numa actividade de formação de jovens quadros do PSD realizada pela JSD nacional. Neste fim de semana irão passar nesta acção de formação os mais diversos oradores, como o Dr. Nuno Morais Sarmento, o sr. deputado Agostinho Branquinho, o Dr. Manuel Frexes Presidente da CM Fundão, e obviamente a Dra. Manuela Ferreira Leite, entre outros.

Sempre que se justificar irei partilhar convosco o andamento dos trabalhos e as principais ideias que aqui forem debatidas para a nossa juventude, para os nossos concidadãos, para o nosso País. A todos um bom fim de semana.

sexta-feira, março 06, 2009

Março Jovem

É incrível, o cartaz do Março Jovem. Desde que me lembro de ter memória política - uma questão muito importante para quem faz política - que me lembro que o cartaz do Março Jovem pouco ou nada mudou.
E eu pelo menos recordo-me dos últimos 4 Marços Jovens que se fizeram. E por isso, sei que os sites que representam o Março Jovem de 2006, o Março Jovem de 2007 e o Março Jovem de 2008 demonstram a minha total razão,ou seja, muda-se a capa de promoção do Março Jovem de ano para ano, mas o conteúdo simplista e redutor é sempre o mesmo.

E ao longo destes anos pouco ou nada mudou,o Março Jovem de 2009 tambem é igual aos outros Marços Jovens que já se fizeram e quando afirmo isto basta-me confrontar os sites dos anos referidos com este ano, e os seus respectivos programas, e reparar que este executivo e neste caso a Sra. D. Vereadora da Juventude provavelmente ficou parada no tempo e por isso não acompanha claramente os anseios da população jovem do Seixal, que precisa claramente de mais energia do que aquela que uns concertos de música oferecem.

É de lamentar, mas de lamentar a sério, que este executivo não utilize o Março Jovem para falar de emprego jovem, empreendedorismo no Concelho, feiras de emprego jovem, stands das mais diversas universidades do País para ajudar os alunos do nosso Concelho a decidir o seu futuro académico,que o Março Jovem não promova todas as associações do Concelho independentemente de estas terem os órgãos de gestão do PC, quer sejam elas desportivas, musicais, teatrais, politicas, religiosas para darem a conhecer o trabalho que desenvolvem em prol da comunidade, etc, etc, etc...

É de lamentar todo o conceito simplista e redutor que se faz dos jovens no Seixal, limitando o Março Jovem a apenas umas bandas de música que apesar de fazerem parte do universo dos jovens, não representam aquilo que a JSD Seixal sabe que são as ambições dos jovens do Seixal.

quinta-feira, março 05, 2009

3,2,1

ZERO. Dizem os eleitores, que o carro da frente representa o PSD Seixal na corrida as eleições autarquicas.



quarta-feira, março 04, 2009

JSD apresenta medidas de apoio a universitários



A JSD apresentou, esta tarde, à porta da Assembleia da Republica, cinco medidas de apoio aos estudantes mais desfavorecidos do ensino superior.


RTP
TVI
SOL
CORREIO DA MANHÃ

segunda-feira, março 02, 2009

Plenário de Secção

A JSD Seixal vem por este meio informar que hoje, dia 2 de Março, pelas 21h se irá realizar Assembleia de Secção do PSD.