quarta-feira, março 11, 2009

Alteração dos horários e percursos nos TST

O serviço prestado pela empresa Transportes Sul do Tejo é um dos serviços, no sector dos transportes, que mais influencia a vida dos cidadãos que residem no Distrito de Setúbal. Será então compreensível que, qualquer alteração nestes irá afectar, positivamente ou negativamente a vida de milhares de cidadãos.
Recentemente, a Empresa Transportes Sul do Tejo decidiu alterar os horários e os trajectos nos quais prestava serviço, adaptando a sua oferta a uma nova realidade, marcada pela entrada em serviço do Metro Sul do Tejo.
No entanto, tal alteração não surtiu os efeitos pretendidos, prejudicando, assim, os interesses de grande parte da população do Concelho do Seixal, que recorre aos seus serviços. Assim, toda a circulação efectuada pela mesma empresa passa a ter como local central a zona da Estação dos foros da Amora. Como exemplo, todos os utentes que tenham necessidade de se deslocar desde o Seixal até Corroios vêem-se, agora, na obrigação de mudar de autocarro na zona referida, o que implica uma grande perda de tempo e, se não possuir passe, dinheiro.
Acreditamos que, a curto prazo, a mesma situação será resolvida, para bem do interesse de ambas as partes, Empresa e Cidadãos.

5 comentários:

Daniel Geraldes disse...

A CM Seixal tem de OUVIR os cidadãos afectados por esta situação e promover uma reunião com a TST rapidamente para minorar este problema!!!

Anónimo disse...

Já estou a ver para o cremesse a culpa do problema é da Câmara...

Beatriz Ferreira disse...

Os cidadãos utentes da TST pagam de mais para aquilo que têm: autocarros dos anos 80 que já andaram outros 30 em Berlim, cujo horário e número de carreiras é insuficiente e a más horas.

Os transportes é um dos sectores fundamentais para a melhoria da qualidade de vida.

Anónimo disse...

anonimo filho da puta nao o problema nao e da camara filho da puta

Anónimo disse...

Ana Jesus - Aproveito para pedir que verifiquem os horários que ligam as várias freguesias do seixal ao barco do Seixal, visto que quem pretender usar este meio de transporte, alunos que estudem em Lisboa, veem grande dificuldade em conciliar os dois meios de transporte a partir das 9 e 30.
Quem mora na torre da marinha tem a tst 137 que para além de não cumprir os horários estipulados para chegar a horas em relação à saida do barco, também não tem ligação com o mesmo no regresso.

Isto é lamentável.