terça-feira, maio 06, 2008

Parabéns PSD


Foi precisamente a 6 de Maio de 1974 que o PPD/PSD foi fundado, por 3 militantes de seu nome, Francisco Sá Carneiro, Francisco Pinto Balsemão e Joaquim Magalhães Mota.

Já passaram 34 anos sobre esta data e sobre inúmeras conquistas ,e vitórias que com o Apoio da Sociedade Civil, o nosso país alcançou.

Orgulho-me que estes 3 homens, tenham trazido uma lufada de ar fresco ao panorama político nacional, e tenham criado o partido mais português de todos, sendo claramente uma resposta as necessidades do país na altura, como democraticamente as eleições vieram a comprovar.


Porque o passado nunca será esquecido, e o futuro está a ser construído, Parabéns PSD!

5 comentários:

Filipe de Arede Nunes disse...

Alguns chamam elites a homens que como estes fundaram o PPD, esquecendo que uma organização se faz sempre com pessoas com capacidades superiores e com caracteristicas de liderança.
Eu chamo a homens como estes, o espírito do PSD, a recordação.
Tiveram capacidade para num momento histórico colocarem a lucidez à frente da emoção que foi o 25 de Abril.
O PSD, está naturalmente de parabéns. Graças a este partido, Portugal tem construído um caminho de sucesso, embora nunca tanto quanto o que desejavamos.
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Anónimo disse...

"Angola é gerida por criminosos". A afirmação é do músico e activista, Bob Geldof, esta manhã no Hotel Pestana Palace, em Lisboa, na conferência sobre Desenvolvimento Sustentável, organizada pelo Banco Espírito Santo e pelo Expresso.
Entre os convidados encontrava-se o embaixador angolano na capital portuguesa, Assunção dos Anjos, que acabaria por abandonar a sala.


in Expresso,
15:55 Terça-feira, 6 de Mai de 2008

Joana Ferreira disse...

Sem duvida que o PSD é um grande partido que tenta fazer do nosso país um lugar melhor para se viver.
Parabens PSD.

Anónimo disse...

a anedota já é velha... mas cai sempre bem: uma vez um dirigente angolano, de visita a Portugal é convidado para passar o fim de semana na quinta de um dirigente português, lá para os lados da Arrábida. Encantado com a beleza do local, a dado momento pergunta: mas diga-me, caro colega, como é que você, com um simples ordenado de funcionário público é dono deste local tão aprasivel? Foi herança? O dirigente português, sorrindo aponta a fantástica obra de engenharia que cruza o rio e pergunta «o meu amigo está a ver ali aquela ponte? bem... na realidade o custo da ponte foi 5% inferior ao orçamento que eu aprovei ... está a entender não é verdade????» O dirigente angolano sorriu e disse «ahhh... estou a ver... estou a ver...» Uns meses mais tarde, o dirigente portugues de visita a Angola, foi convidado para passar um fim de semana na casa de campo do dirigente angolano. Ao deparar-se com tamanho luxo, digno de uma historia das mil e uma noites, jardins suspensos, água a jorrar em cataratas, salões e salões forrados a ouro, cavalariças com os melhores campeóes, campos de golf a perder de vista.... etc--- etc.... não se contém e pergunta boquiaberto: « mas meu caro colega, como conseguiu isto tudo com um simples salário de funcionário público???» O dirigente angolano, sorrindo e apontando para o horizonte responde com a famosa pergunta: «está a ver ali aquela ponte???» Ao que o dirigente portugues responde«ponte?? qual ponte... não vejo ponte nenhuma...»

Anónimo disse...

Espero que essa piada da ponte nada tenha a ver com o Ferreira do Amaral.