quarta-feira, julho 02, 2008

Introdução às ciclovias


A ideia, confesso que não me parece má, só insuficiente e propagandística.
Na verdade, o que a zona ribeirinha da Amora e todo o restante concelho necessitava era de condições efectivas para o transporte através de bicicletas, mas ciclovias eu não conheço.
Para além das ciclovias era necessário que houve verdadeiro planeamento urbanístico no concelho do Seixal. Teria de existir proximidade entre os locais e um verdadeiro centro urbano.
No entanto, o que existe é a antítese do que acontece. Existe uma multiplicidade de centros urbanos, cada vez mais periféricos face aos centros urbanos tradicionais inexistindo qualquer incentivo, real, à circulação de bicicletas.

4 comentários:

Daniel Geraldes disse...

Mas estas são medidas avulso que a CM Seixal toma, e que uma simples fotografia no Boletim Municipal serve para deturpar a realidade e criar uma imagem que de facto não corresponde em nada á realidade, se a CMS esta tão interessada em promover as ciclovias será de esperar que apresente um traçado para tal vir a acontecer no futuro.

Carla disse...

Nem imaginam a alegria que me deram quando li o título deste post. Depois de o ler na integra as minhas expectativas foram por água abaixo. Gostava muito (mesmo) que a câmara fizesse uma rede de ciclovias. Até mesmo ligar a Cruz de Pau à Fonte da Telha, temos tanta gente a fazer esse percurso mas a estrada é bem perigosa.
Por exemplo a ciclovia de Évora tem 20 km e atravessa toda a cidade ligando-a às povoações vizinhas.
Não consigo compreender como num país com tanto sol as pessoas não andam de bicicleta (falta de infraestruturas e comodismo), como acontece nos países baixos onde a chuva é uma constante...
Ah e a título de curiosidade, no passado mês de Março vi na Cruz de Pau o meu "herói": um jovem senhor (devia de ter menos de 30 anos) a andar de bicicleta de fato e gravata. É um exemplo para todos. Já pensei em levar a bicicleta para a estação mas fico sempre a pensar nos cães que estão na estrada que liga o Fanqueiro à estação dos Foros. Eles saltam para a frente dos carros, nem quero imaginar o que fazem a uma bicicleta. Quando tiver os travões a 100% vou voltar a pensar neste assunto.


Concordo com vocês, Filipe e Daniel, e espero que um dia a JSD possa fazer uma proposta no sentido de promover este tipo de actividade. Vocês já fazem muito mas esta também dava jeito! =)

Cumprimentos,
Carla

PS - agora está na hora da minha volta de bicicleta por Belverde.

Anónimo disse...

"Este domingo pela manhã foi levada a efeito, com organização da CM do Seixal, a iniciativa do Agita Seixal. Uma actividade que visa levar a população a praticar mais alguma actividade física, ao ar livre. Para tal efeito decidiu a CMS fechar o trânsito na ponte da Fraternidade e parte da Estrada Nacional 378, nomeadamente a que liga a rotunda da Torre da Marinha ao Seixal.
Apesar de todas as boas intenções, tal evento deve consequências não muito positivas, houve o reverso da medalha. Para as pessoas que não podiam ou não quiseram participar em tal evento, e no entanto, quer por necessidade quer por lazer, necessitaram-se deslocar no concelho do Seixal de carro, nomeadamente entre as freguesias de Amora e Seixal, viram a sua mobilidade deveras comprometida. Com a ponte da Fraternidade fechada ao trânsito, ficou a nu a deficiência e fragilidade de todo o sistema rodoviário do concelho do Seixal, a falência completa do mesmo. Com engarrafamentos monumentais e horas de espera nas filas de trânsito. Num dia em que se esperava defender a actividade física, a vida saudável, provavelmente foram feitas mais emissões de CO2, e gases perigosos para a saúde de que num domingo normal.
Tudo isto resulta de um sistema rodoviário frágil, deficiente e sem capacidade de resposta a qualquer eventualidade. Mais, demonstra também que o Município do Seixal não tem equipamentos necessários para levar a cabo este tipo de iniciativas, necessitando, de fechar estradas principais, para levar a efeito tais eventos. É clara e notória a insuficiência do Município no campo de equipamentos necessários para levar a cabo tais eventos.
Conclusão, tivemos um domingo de engarrafamentos no Seixal"- comentário retirado de um blog d o Seixal, ainda bem que agora é só na zona ribeirinha da Amora, e no MIratejo não há nada?

Anónimo disse...

Qual o resultado da moção de censura do PS/PSD em F.F.?
Não deveria ter sido aprovada??
Quem não votou na politica do seu partido?