quarta-feira, fevereiro 06, 2008

Estaleiros da Quinta da Fidalga

NOTA DE IMPRENSA

O PSD/Seixal vem expressar publicamente a sua preocupação pelo facto de os Estaleiros da Quinta da Fidalga estarem em vias de ser destruídos para darem lugar a uma unidade de restauração.
As origens da Quinta da Fidalga remontam ao século XV, tendo pertencido a Paulo da Gama, irmão de Vasco da Gama, que se estabeleceu no local para acompanhar a construção e reparação de caravelas num estaleiro em Arrentela.
Trata-se do único dos antigos estaleiros do Tejo edificados em alvenaria, provavelmente sobre local onde há mais de 500 anos Paulo da Gama comandou a construção das quatro caravelas que chegaram à Índia. Acresce que, da armada de Estêvão da Gama, em 1497, faziam parte quatro pequenas embarcações construídas no estaleiro da Quinta da Fidalga.
O espaço deste estaleiro - situado junto à Quinta da Fidalga - é um dos marcos indiscutíveis da cultura marítima regional, carecendo de um profundo estudo histórico e arqueológico que, naturalmente, poderá levar à sua classificação. A demolição, tornará impossível o estudo arqueológico do local e um melhor conhecimento das profissões e dos homens que a partir do Seixal participaram na aventura das Descobertas marítimas.
A concretizar-se a destruição deste espaço estaremos perante um “crime” contra o património municipal e quiçá, nacional. Esta decisão espelha a falta de coerência, honestidade e integridade no cumprimento das promessas do Plano Estratégico para o Desenvolvimento do Turismo onde, a preservação dos estaleiros é um dos ícones que nos venderam repetida e insistentemente no documento que, seguramente, terá custado uma fortuna aos contribuintes.
O PSD/Seixal apresentou, já, junto da Câmara Municipal um requerimento onde expõe as suas preocupações e, exige saber como é que a Câmara Municipal do Seixal pretende garantir a salvaguarda do património do Estaleiro da Quinta da Fidalga e espaço envolvente, tendo em conta os projectos existentes e o incomensurável valor histórico do local.

O Presidente da CPS
Paulo Edson Cunha

A JSD Seixal divulga o comunicado enviado pelo PSD Seixal no dia de ontem.

2 comentários:

Daniel Geraldes disse...

No Seixal os comunistas so querem é preservar o Poder, o resto não interessa.

Anónimo disse...

Já viram que sobre estes temas, os comunas de serviço têm andado "agachadinhos"?!