sexta-feira, março 07, 2008

Seixal: 200 professores em manifestação contra a Ministra da Educação.


Fomos alertados para um comentário no post anterior e para uma notícia do jornal “Rostos On-line” que se realizou ontem, junto ao Fórum Municipal do Seixal, uma concentração de professores, e citando o comentário a que nos referíamos supra “e atenção não se trata só da avaliação dos professores, trata-se de muito mais do que isso, nomeadamente a gestão escolar, a transferência para as autarquias locais de competências do ministério da Educação, o novo estatuto dos alunos, o ensino especial, as escolas de músicas e artes, e nunca esquecendo o ECD... tudo junto só com uma finalidade meramente economicista.”
Segundo a notícia do “Rostos On-line” não terão estado nesta concentração mais de 200 professores, o que, considerando a dimensão do Seixal, o número de docentes das escolas do concelho e a comparação relativa com outras cidades do país, não deixam de reforçar a ideia que pretendemos transmitir no último post, a falta de consciência cívica dos habitantes do concelho. E atenção, esta era uma concentração de protesto contra a Ministra de Educação e contra a política deste governo socialista, não por defesa de um interesse específico do concelho.
Esta é a infeliz realidade com que nos deparamos, e contra estes factos, quais serão os próximos argumentos?

8 comentários:

Anónimo disse...

Deve faltar um zero! 2 mil professores no Forum!

Só quem não lá esteve pode falar em apenas 200...

Ver noticia da TVI, que esteve lá!

http://www.tvi.iol.pt/informacao/noticia.php?id=924723

Filipe de Arede Nunes disse...

Caro anónimo.
Limitamo-nos a citar a noticia do jornal "Rostos On-line"
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Velas do Tejo disse...

Esta ministra é um pouco como o PCP aqui pelo Seixal...

Não há raio que a parta!

Anónimo disse...

Penso que foram algo precipitados estes dois últimos artigos... apesar de levantarem um problema interessante... e se não tiveram mais professores presentes foi porque alguns estavam a jantar com o senhor LFM... também a trabalhar no sentido daqueles que aqui no Seixal ficaram.Como tal já o disse uma vez e volto a dizer que é necessário um abanão e qd esse abanão existir vão ver que realmente a população vai acordar... agora tem de ser corajosos e inteligentes...
Pensarem bem naquilo que pode mexer com a população...
Dou-vos uma dica... as pessoas não gostam de corruptos

Filipe de Arede Nunes disse...

Caro anónimo.
Dois apontamentos:
Em primeiro lugar, acreditamos que os post's relativos à falta de participação civica não foram despropositados. É um facto, que nem mesmo a concentração junto ao forum irá desmentir, porque infelizmente, uma andorinha não faz a primavera.
Em segundo lugar, a JSD Seixal e os autores deste espaço não fazem qualquer género de afirmações gratuitas. A corrupção é um tema de grande seriedade e a sua investigação está a carga de entidades com reconhecida competência, sendo que a condenação é feita por Tribunais. Não será a JSD Seixal a ignorar o princípio da separação de poderes.
Agradecemos, no entanto, a sua participação.
Com os melhores cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Anónimo disse...

O problema da JSD e PSD é a falta de coragem politica.. e não necessita (no entanto) de agradecer a minha intervenção...pois eu tb não faço afirmações gratuitas ao contrário do que se viu com o vosso artigo anterior... que demonstrou um total desconhecimento da realidade do concelho onde residem. Nem sequer me referia a fazer afirmações. Referia-me a apenas e tão somente a encaminhar para as instituições competentes os casos que achem por bem serem investigados. E existem e muitos em que devia ser pedida a intervenção de várias instituições, como o Ministério Público, tribunais administrativos, a Inspeção geral da admnistração, o tribunal de contas, ministério do ambiente...

Apesar de tudo, no entanto, agradeço a sua já prestada,supra resposta.

Filipe de Arede Nunes disse...

Caro anónimo.
A gratuitidade das afirmações reside em primeira instância na incapacidade de assumir com frontalidade e honestidade intelectual o que se diz.
Não sou professor, pelo que não participei em nenhuma concentração no Forum. Dessa forma, limitei-me a citar a informação local sobre esse assunto.
Faço, no entanto, um convite ao anónimo. Os partidos políticos quando têm conhecimento de irregularidades, dão conta delas - pelo menos assim funciona no PSD Seixal - e a mesma obrigação tem qualquer cidadão.
Se quer negar a evidência, pois então, sinta-se confortavel para o fazer, agora o que não pode é lançar suspeitas sobre os outros - ao abrigo do anónimato - e esperar, que esses outros, façam alguma coisa.
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Paulo Edson Cunha disse...

Ao anónimo que interveio no penúltimo comentário devo, mesmo que ele não queira, agradecer o contributo, a opinião, porque caso não tenha ainda percepcionado, a sociedade está tão amorfa (nós fazemos a nossa "mea culpa", mas a culpa é muito mais ampla)que mesmo uma simples crítica já nos serve de barómetro e incentivo.
Claro que nós, os eleitos locais, as comissões políticas, os intervenientes e militantes já detectámos essas questões, mas como lhe respondi anteriormente, de facto, ainda não pegámos na "tal bandeira mobilizadora".
É imperioso dizer-lhe que o PSD/Seixal tem participado às entidades competentes algumas situações que considera irregulares ou, pelo menos, a cerecerem de explicações, contudo, como pode calcular, enquanto as situações não estiverem plenamente apuradas pelos órgãos competentes, não podemos, ou devemos, vir para a "praça pública" fazer julgamentos precipitados de pessoas ou instituições.
Não fazemos aquilo que não gostamos que nos façam a nós, quer na vida pública, quer na vida privada.
concordo, porém, que esse era o caminho mais fácil de chegar ao poder:denegrir, lançar suspeitas, processos de intenções, mas se fôr o único, então difícilmente lá chegaremos, porque não iremos por aí.
Como o Dr. Filipe Nunes lhe respondeu, e bem, caso tenha uma situação concreta que queira que sejamos porta-vozes da sua suspeita, poderá através dos meus contactos (e-mail, que está no meu blogue) ou do e-mail da secção cpsseixal@gmail.com apresentar-nos a situação que prometo que a analiso e, à semelhança de outras, tomarei medidas.
Podem-nos chamar de muita coisa, agora de não ter coragem, parece injusto face à nossa actuação recente (quer do partido, quer da jsd).
Cumprimentos,