segunda-feira, março 31, 2008

Museu-Oficina Manuel Cargaleiro: uma promessa com barbas!

Afinal parece que nem terá sido muito tempo! Passados oito anos depois do convite inicial da Câmara Municipal do Seixal para construir o Museu-Oficina de Artes Manuel Cargaleiro foi recentemente assinado o protocolo para a concretização do projecto.
O último número do órgão de propaganda local do Partido Comunista (vulgo Boletim Municipal) apresenta como primeira página uma imagem do projecto de Siza Vieira a ser implementado na Quinta da Fidalga.
Sabemos que o mecenato privado vai contribuir com cerca de € 675.000, embora desconheçamos, de momento, qual será a verba total a investir, nomeadamente a verba com a qual a Câmara Municipal do Seixal irá contribuir.
É preciso salientar que a construção do Museu-Oficina Manuel Cargaleiro nos parece uma boa noticia e com a qual ficamos satisfeitos. É um passo em frente para a dotação deste concelho de bases seguras na qualidade cultural, sendo também um marco arquitectónico de importância assinalável.
No entanto, o que nos preocupa nesta notícia é o desfasamento temporal entre o lançamento inicial da ideia e a assinatura do protocolo. O que é que andou a ser feito nos últimos oito anos para que se não tenha concretizado o projecto mais cedo?
A forma como a Câmara Municipal do Seixal faz propaganda é ignóbil. Apresentar os mesmos projectos vezes e vezes sem conta é de uma desonestidade intelectual de difícil compreensão, justificada unicamente na necessidade de protelar as poucas ideias que se vão apresentando face a um deserto absoluto cada vez maior.
É desta realidade que se tem valido esta maioria, mas será que não temos a obrigação de exigir mais?

1 comentário:

Paulo Edson Cunha disse...

Caro Filipe Daniel, Gostei tanto e achei tão pertinente e acutilante este post, que tomei a liberdade de o ter lido hoje na minha crónica semanal da Rádio Baía que poderá ser ouvida na próxima terça-feira, às 8h20 e 80h20.
Um abraço