sábado, janeiro 12, 2008

Sapal de Corroios: Comunicado de Imprensa.



Foi licenciado por deliberação da Sessão de Câmara realizada no passado dia 19 de Dezembro de 2007 o estabelecimento de culturas marinhas para a zona do Sapal de Corroios, com os votos favoráveis dos vereadores comunistas e socialistas.
O Sapal de Corroios é zona de Domínio Público Hídrico e abrangido pela legislação da Reserva Ecológica Nacional, além de que o próprio PDM do Seixal condiciona a construção de viveiros de peixe na zona de Sapal a autorização da Câmara Municipal do Seixal.
A JSD Seixal repudia e lamenta a decisão tomada, que contraria os pressupostos relativos à defesa do Sapal de Corroios assumidos em 2001 publicamente pelo Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal do Seixal, quando punha em causa uma intervenção numa área de 17 hectares, entendendo, na altura, que não deveria existir destruição do Sapal. O Sr. Presidente Alfredo Monteiro perguntava se tinha sido efectuado nessa altura um estudo de impacto ambiental? Hoje somos obrigados a repetira a pergunta. E os patos e galinhas de água que na altura suscitavam tantas dúvidas e preocupações ao Sr. Presidente? Já não têm qualquer importância hoje?
Em 2001, o Exmo. Sr. Presidente dizia: “uma área de reserva e de Sapal que nós defenderemos sempre intransigentemente” e que “não estamos de acordo com este projecto pela sua dimensão pelo que significa em termos de agressão ao Sapal e à reserva ecológica e que seja reposto o Sapal de Corroios, pelo enorme valor não apenas para o concelho mas para o Estuário do Tejo.” Somos obrigados a perguntar se já não existe vergonha entre os decisores políticos no nosso concelho.
A JSD Seixal gostaria ainda de saber qual foi a alteração que se verificou relativamente a estes pressupostos que fazem com que, sete anos depois, a Câmara Municipal do Seixal tenha dado parecer positivo a esta piscicultura.
Finalmente, a JSD Seixal manifesta a sua tristeza face à situação que actualmente se verifica, na medida em que esta põe em causa, e que descredibiliza a actividade política e os políticos, dado que as verdades de ontem deixam de ser a realidade de hoje, e não existe qualquer respeito pela inteligência colectiva da população.

Pela Comissão Política de Secção da JSD Seixal
O Presidente,
Miguel Pina Martins

4 comentários:

Daniel Geraldes disse...

É bonito, qualquer dia ja estou a imaginar o Presidente da CM Seixal, mandar drenar toda a água que há na Baía do Seixal, construir uns diques e encher o que sobra de areia, genero Abu Dhabi, para se sujeitar ainda mais á pressão imobiliaria que ele tanto gosta...

E assim ficamos sem baía e talvez ja se arranje lugar para um Parque Tematico, que o PCP e o PS votam juntos, ou talvez e isto sou eu que o sugiro, um Autodromo, comprar o Autodromo do Estoril e colocâ-lo exactamente no meio da Baía drenada.

Estes senhores sabem alguma coisa do que é o Interesse Publico????

ou a preservação do meio ambiente para as gerações vindouras???

Arbutus unedo disse...

é com pessoas como vocês que volto a acreditar que a politica pode um dia ser séria.
Cada semana que passa, fico mais desiludido não só com as politicas da CMS (CDU), mas com a própria oposição, faz-me ficar triste pelo seu rumo.... faz-me ter de pensar que afinal é verdade que todos comem do mesmo tacho.

Desde já deixo os parabéns pelas vossas intervenções, esperando que não mudem, nem sejam passiveis de pressões.

Quero acreditar que um dia a porcaria vem ao de cima e que acima dos interesses pessoais estará o interesse municipal.

Velas do Tejo disse...

Baía drenada?! Drenada?! Certo! Mas não é preciso.

Ela assoreada vai ficando, cada vez mais... Não precisas de muito tempo para terems 500 hectares para lotear.

http://baiadoseixal.blogspot.com

Anónimo disse...

Boa Tarde,
É com algum espanto que eu vejo esta noticia publicada pela JDS, quando antes da mesma ser publicada o seu autor vêm dizer que JSD não tomou uma posição politica, sim politica porque esta acção da JDS prima pela sua posição politica em relação ao PCP.
é verdade que o PCP e o PS votaram a favor deste projecto, mas também é de boas proticas de imformação dizer que o PSD ficou na abstenção( ja dizia o velho ditado quem cala consente), para não falar que quando em 2001 a C.M.S. embargou a obra o PSD estava contra esse embargo( na altura representado pelo Drº Luis Rodrigues), realmente se isto é politica voçês estão correctos, voçês estão mais uma vez contra a C.M.S. sempre contra a C.M.S., não mantendo uma palavra não sendo coerentes em nada do que dizem ou transmitem.E já agora, fica um reparo a quem comparou o Seixal ao Dubai, porque possivelmente era dos primeiros a comprar lá uma casa.