domingo, agosto 10, 2008

Fiscais controlam festa do Avante

Saiu esta noticia no Correio da Manhã de hoje:

«A Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP) vai fiscalizar a 32ª Festa do Avante, que decorre entre 5 e 7 de Setembro no Seixal. Com esta iniciativa, o organismo responsável pelo controlo dos financiamentos das campanhas eleitorais, eventos políticos e contas partidárias, pretende assegurar que o mais importante encontro anual do PCP cumpra todos os requisitoslegais,em particular no que diz respeitoàobtenção dereceitaspróprias paraopartido.Em causa está sobretudo a eventual obtenção de angariação de fundos superior ao máximo de 604 500 euros, em 2007, como determina a Lei 19/2003.
A um mês do início da Festa do Avante, a ECFP está, segundo apurou o CM, a ultimar o plano de fiscalização para actuar naquele evento político do PCP. E um dos objectivos essenciais, como aconteceu com a fiscalização aos últimos congresso do PSD e jantar-comício do PS, é manter a pressão sobre o PCP como efeito de dissuasão de possíveis práticas duvidosas.
Para já, as contas do PCP de 2007, apresentadas no final de Maio no Tribunal Constitucional, indicam como receitas obtidas em "actividades de angariação de fundos" um valor total um pouco superior a 3,13 milhões de euros. Uma vez que o artigo 6º da Lei 19/2003 estabelece como limitemáximo anual para a angariação de fundos 1500 salários, tudo indica que o PCP não terá respeitado esta norma legal: em 2007, o valor anual máximo para a angariação de fundos era de 604 500 euros, uma verba muito inferior à declarada pelo PCP nas suas contas de 2007. Por isso, a ECFP fiscalizou a Festa do Avante no ano passado.
A Festa do Avante tem sido alvo de um braço-de-ferro entre a ECFP e o PCP. Ao argumento da ECFP de que a Festa do Avante é uma fonte de receitas próprias para o partido, o PCP contrapõe que a ECFP actua com "arbítrio e arrogância de procedimentos", para gerar "um clima de suspeição" e uma "campanha de difamação" contra a Festa do Avante. O PCP não faz comentários.»

5 comentários:

Daniel Geraldes disse...

E é bom que controlem as FARC, não vão esses sujeitos trazer para o Avante, o produto mais conhecido da Colombia.

eu disse...

esta festa do avante está no seu auje.

Não percebo como é que um partido supostamente sério como o PCP dinamize uma festa em que o que há mais a passar lá é droga...

Mas afinal de contas, o que se passa com essa democracia?!

Anónimo disse...

como se voces nao fumassem as ganzas LOOOL...devem ser mt puros!falam falam e dp é ver os meninos que se dizem psds na festa do avante.crescam!

André disse...

O PCP não pode nem deve discriminar ninguém a entrar na Festa, uma vez que esta é para todos.

Quanto à lei a que se referem, deviam ao menos ter vergonha de falar nessa leia profundamente anti-democrática. Tão obviamenete e despudoradamente limitadora da acção partidária que conheço muitos sociais democratas que até vergonha têm de falar nela.

Que a Festa do Avante mete muito medo, pela espernça, pela luta, pela convicção num outro caminho para Portugal, não é segredo para ninguém. Tanto que justificou a criação de uma lei cujo principal alvo é sem dúvida a Festa do Avante, limitando a obtenção de receitas de uma Festa organizada pelo Partido e pelos seus pelos milhares de voluntários que todos os anos vêm dar o seu contributo para um evento de tal magnitude e qualidade.

Como disso atrás, conheço muitos laranjas que até evitam falar nesse tema. É uma vergonha e uma prova de que a mesquinhez pode chegar bem longe.

Anónimo disse...

Curioso, foi a lei dos compadres PS/PSD, os partidos siameses que implementou esta lei, pelos vistos a Festa do Avante fazia-lhes comichão na cabecinha..
Vai dai criaram uma lei estupida e retograda só para chatear quem não pensa como aqueles iluminados partidos que tantas desgraçadas tem trazido ao pais..