terça-feira, agosto 12, 2008

Então, qual é a verdadade?

Gostaríamos de chamar à atenção para o texto infra publicado no jornal on-line sado2000.
A construção da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) do Seixal vai avançar, depois de a Agência Portuguesa do Ambiente ter aprovado o Relatório de Conformidade Ambiental do Projecto de Execução da ETAR. Esta é a segunda maior Estação dos oito municípios que integram a Simarsul, com um custo superior a 10 milhões de euros e conclusão prevista para o primeiro trimestre de 2010.
A obra tinha sido adjudicada em Março de 2007, ao Agrupamento Complementar de Empresas "Ferrovial Agroman S.A. / Cadágua, S.A". A infra-estrutura vem juntar-se às ETAR de Fernão Ferro, Cucena e Quinta da Bomba, já em funcionamento antes de o Seixal integrar a Simarsul, e vai ser construída nos terrenos da ex-Siderurgia Nacional.
Numa fase inicial, vai tratar cerca de 70 por cento das águas residuais geradas no concelho. A Simarsul prevê que em 2035, o ano horizonte do projecto, esteja a tratar os efluentes de uma população equivalente estimada em 155 mil habitantes e tenha capacidade para tratar 43.850 metros cúbicos de águas residuais por dia.
Para além das águas residuais urbanas do concelho, a ETAR do Seixal vai também tratar águas residuais de algumas zonas industriais, desde que sejam equiparadas a águas residuais urbanas, de acordo com o Regulamento de Exploração que a Simarsul está a elaborar. A Estação terá também um sitema de cogeração, destinado a produzir energia eléctrica a partir do biogás.
A ETAR está inserida no Subsistema de Drenagem e Tratamento do Seixal, cuja ampliação e reabilitação está em curso. Representa um investimento previsto de 7,6 milhões de euros, incluindo cerca de 24 quilómetros de interceptores, sete quilómetros de condutas elevatórias e sete estações elevatórias, e deverá estar concluído antes do início do funcionamento da ETAR.
Gostaríamos de colocar a seguinte questão: Então não andam por aí dezenas de cartazes de propaganda da Câmara Municipal do Seixal a anunciar o tratamento dos esgotos já para o ano (curiosamente ano de eleições)?

1 comentário:

Anónimo disse...

eu acho que a cms não diz a verdade.

e tu?