quarta-feira, outubro 28, 2009

Quando o Feitiço se vira...

O texto apresentado infra demonstra aquilo que a oposição no Seixal tanto se queixa, a dificuldade de passar a mensagem sentida pela oposição, é devida em grande parte à máquina propagandistica da CDU, não como partido mas sim como executivo da CMS. O mais grave, é que a própria CDU sabe reconhecer isso, e quando acontece como aconteceu em Sines... dá nisto:

"A CDU apresentou uma queixa à CNE na sexta-feira, contra a Câmara
Municipal de Sines, por esta alegadamente violar o “princípio da
neutralidade e da imparcialidade” relativamente “às forças concorrentes”
às eleições autárquicas.

A CDU baseia a acusação argumentando que o editorial do jornal municipal de Setembro “não é mais do que o programa eleitoral do Movimento Independente”, do qual o actual presidente da autarquia, Manuel Coelho, é o cabeça de lista.

“O editorial do boletim municipal de Setembro, assinado pelo presidente
da Câmara Municipal de Sines, nesta altura, não é mais do que o programa
eleitoral do Movimento de Cidadãos Independentes que ele próprio encabeça”,
acusou em declarações à Agência Lusa o candidato da CDU à presidência da
autarquia, Francisco Pacheco.

O líder da candidatura autárquica da CDU em Sines defende que “através da figura do Presidente da Câmara”, o Movimento SIM “está a utilizar bens públicos”, como “é o caso do boletim municipal e dos seus próprios trabalhadores para publicitar as suas
intenções para os próximos quatro anos”.

“O Movimento de cidadãos independentes SIM está a servir-se desse jornal municipal para propagandear as suas ideias, as suas intenções para os próximos quatro anos”, acusou.