terça-feira, fevereiro 10, 2009

Se fosse assim no Seixal...

Queria partilhar uma notícia que vi recentemente no telejornal e que não poderia passar despercebida. A notícia refere-se ao facto de a Câmara Municipal de Viseu estar a desenvolver em 2009 um plano para ajudar famílias em crise. Este plano consiste em:
“O Plano de Apoio a Pessoas e Famílias foi dado a conhecer por Fernando Ruas durante a reunião da Assembleia Municipal e abrange áreas como o acompanhamento social, a saúde, a alimentação, a educação e a habitação. (…) o plano prevê o congelamento das rendas da habitação social do município (…) Ainda ao nível da habitação está prevista a elaboração de projectos de reconstrução, reabilitação e beneficiação de edifícios degradados e a comparticipação das respectivas obras a famílias cujo rendimento per capita mensal seja inferior a 75 por cento do salário mínimo nacional e o rendimento mensal corrigido seja inferior a quatro vezes o salário mínimo nacional (…) Mediante o seu rendimento per capita, as famílias poderão beneficiar da isenção ou redução do custo das ligações dos ramais de água e saneamento e consumos mensais (…) No que respeita à educação, o autarca disse que será reduzido o pagamento da prestação mensal das crianças do pré-escolar de famílias carenciadas, atribuídos subsídios a alunos carenciados (40 euros mensais no escalão A e 20 euros no escalão B) e dado apoio a alunos sinalizados pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens. (…) Refeições grátis para alunos carenciados do primeiro ciclo que sejam beneficiários do Rendimento Social de Inserção, deficientes ou que tenham percursos de deslocação de risco e transporte escolar gratuito até ao nono ano se residirem a mais de quatro quilómetros da escola e redução de 50 por cento para alunos a partir do nono ano com comprovada carência económica são outras medidas previstas no plano.”

O que há a destacar desta noticia… O executivo Camarário de Viseu, que por sinal é PSD demonstra bastantes preocupações e iniciativas para resolver problemas de âmbito social. Agora pergunto, não seria óptimo se existissem iniciativas destas no Seixal? Seria. Contudo a Câmara do Seixal, por sinal CDU (PCP?), que tem por doutrina o comunismo, tende a esquecer as suas origens. Preferindo chumbar moções apresentadas pela oposição (neste caso PSD) que pretendem a comparticipação de passes e ajudas de cariz financeiro para alunos carenciados e com bons aproveitamentos escolares. Era bom que fossem revistas algumas ideias e alterados alguns pontos de vista. Chumbar moções só porque são do PSD fica mal e além de tudo não ajuda os munícipes. Com a crise que está cada vez mais a deixar os Portugueses sem forma de se sustentarem, medidas têm de ser tomadas. Não se deveria culpabilizar somente a administração central como tem vindo a ser o costume por parte da CDU, preferindo afirmar que todas as competências que envolvam subsídios são responsabilidade do governo, a Câmara devia ter agido!
Rumo à Vitória PSD em 2009

Artigo enviado pelo companheiro Miguel Paulo

8 comentários:

João disse...

Não basta falar de crise, é preciso actuar. Não depende só do poder central tomar medidas que ajudem os portugueses a ultrapassar esta fase díficil, também o poder local pode e deve tomar medidas que ajudem as famílias mais carenciadas e desprotegidas. As propostas apresentadas aqui neste post parecem-me adequadas, necessárias e facilmente concretizaveis, bastando para isso VONTADE por parte das pessoas para que se realizem. Bom Post.

Anónimo disse...

É muito pertinente, enquanto uns preferem só falar de corrupção, ainda bem que a JSD Seixal prefere falar de solidariedade e de maneiras sérias de combater esta crise!!!

Daniel Geraldes disse...

O problema é que a CM Seixal não quer intervir em nada, demite-se de todas as suas competências. Numa altura em que o desemprego tem tendencia a atingir números astrónomicos não vejo por parte da CM Seixal nenhum plano anti desemprego.

Pior que é isso, é a CM Seixal não saber quantos desempregados existem neste momento no Concelho, quais as suas idades, quais as suas qualificações, qual o seu agregado familiar, etc, etc, etc.

Este executivo é uma verdadeira fraude.

Ana Filipa Esteves disse...

O cenário é assombroso e as previsões não são promissoras. Dezenas e dezenas de familias, vitimas da "moda" do despedimento colectivo, tentam sobreviver a esta tempestade da "CRISE". As medidas reportadas neste post seriam uma boa alternativa à política de estagnação praticada pelo actual executivo da CM Seixal.

André disse...

Bom post mas discordo que a CMS não tenho feito nada para ajudar as famílias em crise. Lá nisso não temos muito que apontar ao actual excutivo camarário...

Miguel Martins disse...

É realmente assombroso.

Assombroso como o principal responsável pela perda do poder de compra dos portugueses, que se elevou apenas nos primeiros 15-20 anos após o 25 de Abril, venha agora acusar a CDU de ser conivente com estas políticas.

A CDU que sempre defendeu melhores políticas sociais

A CDU que sempre defendeu uma melhor redistribuição da riqueza

A CDU que sempre se opôs às privatizações que tornam o que é público propriedade de alguns, como tanto gosta de defender o PSD

Podia continuar, mas já devem estar envergonhados com tanta desfaçatez. Se não estão, deviam estar.

Miguel Martins disse...

Já agora, aconselho-vos a lerem isto. Talvez tirem algumas ideias novas, porque de privatizações já estamos fartos.

Beatriz Ferreira disse...

Vila Real segue igualmente este exemplo, disponiblizando a Câmara 1 milhão de euros para este projecto que iclui desde refeições gratis no refeitótio camarátio até ao pagamento de bilhetes de transportes públicos.

Mas na Câmara do Seixal...quando a má vontade é muita, não há boa proposta que sobreviva.